SEJAM BEM - VINDOS!!

SEJAM BEM - VINDOS!!















quarta-feira, 15 de setembro de 2010

ELEMENTAIS!!


Elementais são seres etéreos (energéticos e espirituais) ligados aos princípios básicos da existência; TERRA , AR , FOGO e Água. Esses seres são como qualquer outro, possuem corpo, personalidade, desejos e características que os diferenciam.
Os ELEMENTAIS trabalham em todas as áreas e planos, sua freqüência energética se adapta a tudo, eles vivem dentro e fora de nós. Cada um deles também pode ser associado a sentimentos e ações distintas, que ao analisadas definem a personalidade do ELEMENTAL envolvido, por exemplo, uma Ondina (elemental da água) que vive em um lago calmo e límpido, possui um temperamento muito mais amável e harmônico que uma ondina que habite um lago poluído e fétido.
Ao longo dos anos cada ELEMENTAL ganhou uma mitologia e lendas próprias sobre suas diferentes atividades; Gnomos, Duendes, Fadas, Sereias, Dragões, Fantasmas...Quem nunca teve interesse em saber de onde essas “lendas” saíram? Ao estudar os elementais, muitas dessas dúvidas podem ser respondidas.
Uma coisa deve ficar clara, ELEMENTAIS são seres poderosos, com uma personalidade própria, o contato com eles é trabalhoso e requer conhecimento e dedicação, tentar evoca-los em RITUAIS sem que antes haja uma sintonia e contato prévio é algo perigoso, pois os ELEMENTAIS não são seres “bonzinhos e fofos”, são seres como qualquer outro, com sentimentos e que não aceitam brincadeiras ou intromissões em suas atividades por um simples capricho.

GNOMOS


Elementais são seres etéreos que desenvolvem atividades energéticas nos elementos básicos presentes na natureza. Falaremos agora sobre as características mais importantes dos ELEMENTAIS da TERRA e seus regentes.
Os ELEMENTAIS da TERRA são os Gnomos, são responsáveis pela solidificação de todos os corpos, não só de animais como também de objetos. Tudo que é sólido possui uma correspondência energética com os Gnomos. Suas oferendas são normalmente a TERRA bruta (areia, argila, cascalho), PEDRAS e plantas.
Apesar das plantas possuírem ligação com todos os elementais, elas são normalmente consagradas ao elemento terra, em razão de sua proximidade.
Os Gnomos agem nos terremotos e vulcões para equilibrar os distúrbios dos poderes da terra. Em nosso corpo são responsáveis pelos ossos e sais minerais e possuem ligação também com as cartilagens, músculos e pele, sendo que essa ligação ocorre em conjunto com os ELEMENTAIS da água.
Os Signos de Touro, Capricórnio e Virgem são aqueles que se encontram sob a interferência do poder da terra. Normalmente as pessoas nascidas sob essas casas zodiacais apresentam temperamentos fortes, não gostam de mudanças bruscas, são perfeccionistas em suas atividades, são muito realistas e possuem forte tendência a vícios, principalmente alimentícios.
Todas as características desses signos estão diretamente relacionadas às características dos ELEMENTAIS da terra, tais ELEMENTAIS são possuidores do dom de controle sobre a ganância e como conseqüência é comum perceber que seus regidos não possuem esse controle. E é através da busca desse controle que podemos interagir com eles.
Algumas outras características provocadas pelo desequilíbrio do poder da TERRA são: a preguiça, susceptibilidade, a lentidão, a falta de consciência, a melancolia, a falta de regularidade. Ao vencer essas dificuldades, a interação com os ELEMENTAIS da TERRA torna-se mais fácil, porém quanto mais se busca, mais é exigido.
Existem certas características que aproximam os elementais: atenção, a perseverança, a escrupulosidade, a sistematização, a sobriedade, a pontualidade, o senso de responsabilidade. Através dessas qualidades o adepto alcança uma maior interação com os Gnomos.
O ‘Rei’ dos Gnomos se chama GHOB, a visão pagã mostra que esse ser é o responsável pela manutenção dos poderes da terra, e por isso acredita-se que ele viva no interior de grandes vulcões. Alguns tendem a acreditar que ele seja “A Torre Norte” invocada nos RITUAIS da Wicca, mas dificilmente tal entidade sairia de seu lar para rituais, pois sua função não é essa.
O símbolo mais comum é o triangulo duplo para baixo, que representa a TERRA que preenche o universo. Sendo o triangulo maior o universo e o menor a TERRA que cobre todo o “chão”. O segundo símbolo é comum nas escolas herméticas, corresponde ao Prithivi (princípio da terra) dos Tattwas da tradição indiana. Além desses existem outros símbolos menos conhecidos.
Nas invocações ELEMENTAIS é comum chamar os poderes da TERRA com nomes do tipo: Touros da Alvorada, Carneiros do Alvorecer, Ursos Negros e afins. Dentro das invocações os dirigentes ELEMENTAIS também aparecem, seguidos dos mistérios dos Elohins/Manes que são os nomes das sendas e respectivas torres.
Alguns locais/objetos que representam a TERRA e seus ELEMENTAIS ao AR livre são: Grandes árvores, grandes pedras, pilhas de pedras, afloramentos rochosos, formações calcárias, musgos, entradas de cavernas, estátuas, jardins, plantações ou campos, pastagens de animais, tocas de animais e similares.
Alguns locais/objetos que representam a TERRA e seus ELEMENTAIS em residências: Plantas, portas para animais, portas de porão, despensa, decorações de cristais, coleções de vidro, coleções de cerâmica, estátuas, vasos de barro, pequenas pedras, pote com terra.
O princípio da TERRA e seus ELEMENTAIS são invocados da direção norte devido à representação do norte estar intimamente ligada ao futuro e àquilo que podemos enxergar ao olhar para frente. Pela força da TERRA representar tudo aquilo que é fixo, o norte fica sempre a nossa frente, pois é fixo, visível.
As cores da TERRA são o marrom e o verde. Os animais são todos aqueles de grande força, como ursos, touros, carneiros, rinocerontes, búfalos e etc. Os DEUSES que regem o elemento TERRA são todos os DEUSES da Agricultura, da proteção, da família e da inocência.
Alguns seres mitológicos que correspondem ao elemento da TERRA são: Minotauro, Ninfas dos bosques, Dríades, Anões (do ponto de vista mitológico), Faunos, Amazonas e todos aqueles que possuem responsabilidades com a TERRA e a vegetação. É importante lembrar que para os povos antigos a mitologia não era uma lenda ou um conto e sim a história real dos seres que viviam entre eles, incluindo os Deuses.
Dentro da WICCA o Pantáculo é o instrumento que representa a TERRA no altar. A força gerada pela TERRA é direcionada aos poderes físicos e de criação. A Psicometria é o dom mais comum daqueles que evoluem sua interação com os ELEMENTAIS da terra.
A estação que corresponde à atuação mais presente dos Gnomos é o Outono, e nos nossos sentidos eles regem o tato. Quando alcançamos a vibração da terra, ficamos em um estado de Paz e devoção.

SILFOS


No último discurso de Sócrates, tal como foi preservado no Fédon de Platão, o filósofo condenado à morte diz: - "acima da TERRA , existem seres vivendo em torno do ar, tal como nós vivemos em torno do mar, alguns em ilhas que o AR forma junto com o Continente; e numa palavra, o AR é usado por Eles, tal qual a ÁGUA e o mar são por nós, e o Éter é para nós.
Mais ainda, o temperamento das suas estações é tal, que Eles não têm doenças e vivem muito mais tempo do que nós, e têm visão e audição e todos os outros sentidos muito mais aguçados do que os nossos, no mesmo sentido que o AR é mais puro que a ÁGUA e o Éter do que o Ar.
Eles também têm seus templos e Lugares Sagrados, em que os DEUSES realmente vivem, e Eles escutam sua vozes e recebem suas respostas; são conscientes de sua presença e mantêm conversação com Eles, e Vêem o Sol, e vêem a Lua, e Vêem as Estrelas, tal como realmente são.
E todas suas bem-aventuranças, são desse gênero"... Eles são os mais altos de todos os ELEMENTAIS , o seu Elemento Nativo é o de mais alta taxa vibratória. É comum atingirem 1000 anos de idade, não envelhecem nunca. São os Silfos, que têm como líder um Silfo chamado Paralda, e vive na mais alta montanha da Terra.
Acredita-se que os Silfos reúnem-se em torno da mente dos sonhadores, dos artistas, dos poetas, e os inspiram com seu alto conhecimento das maravilhas e obras da Natureza. São de temperamento alegre, mutável e excêntrico. À eles, é atribuída a tarefa de modelar os flocos de neve e arrebanhar as nuvens, sempre desempenhando esta tarefa com a ajuda das Ondinas, que lhes fornecem a umidade.
SALAMANDRAS


O Terceiro grupo de Elementais, são representados pelos Salamandras, que vivem no Éter atenuado e ESPIRITUAL que é o Invisível Elemento Fogo. Sem elas, o FOGO material não existiria, um fósforo não pode ser aceso, e nem a pólvora explodiria.
O ser humano é incapaz de se comunicar adequadamente com as Salamandras, pois ela reduz a cinzas, tudo que delas se aproxima. Antigos místicos, preparavam INCENSOS especiais de ERVAS e perfumes, para que quando queimados, pudessem provocar um vapor especial, e assim formar nos seus rolos as figuras das Salamandras, sentindo assim a sua presença.
Muitas Salamandras são vistas em formas de bolas ou línguas de fogo, correndo através dos campos ou adentrando nas casas. No Brasil, chamam essas aparições, ou "fenômenos" de Fogo-Santileno".
A maioria dos místicos afirmam que as Salamandras são seres gigantes, imponentes, flamejantes em roupas fluídas, como se fosse uma armadura de fogo. São as mais poderosas dos ELEMENTAIS e tem como seu regente Djin.
Antigos sábios sempre foram advertidos para manter distância delas, pois os benefícios que seus estudos trariam, não seria proporcional, ao preço que se pagaria por eles. Possuem especial influência sobre os indivíduos de temperamento ígneo e tempestuoso.
Tanto nos animais, quanto no homem, as Salamandras trabalham através do emocional, por meio de calor corpóreo, do fígado e da corrente sangüínea. Sem a sua assistência, não haveria calor.
ONDINAS


Assim como os Gnomos tem suas funções limitadas junto aos Elementos da Terra, os ELEMENTAIS da ÁGUA - as Ondinas - atuam na Essência Invisível e ESPIRITUAL , - O Éter Úmido - A beleza é uma característica comum aos ELEMENTAIS da Água. São sempre cheios de graça, simetria, onde quer que sejam encontradas, representadas na arte, em esculturas.
O Elemento Água, que sempre foi identificado como sendo um símbolo feminino, é muito natural que os ELEMENTAIS da ÁGUA sejam simbolizados como fêmeas. As Ondinas, estão sub-divididas em vários grupos, algumas habitam as Cataratas, Mares, onde podem ser vistas entre os vapores, outras habitam os Pântanos, Brejos e Charcos, outras ainda habitam em Lagos de Montanhas.
De um modo geral, quase na totalidade, as Ondinas são muito parecidas com seres humanos, tanto na sua forma, como tamanho - as que habitam os Rios e Fontes, tem proporções menores - Normalmente vivem em Cavernas de Corais, nos Juncais, às margens dos Rios ou das Praias. As Ondinas, servem e amam sua Rainha, Necksa.
Elas são antes de tudo, seres emocionados, amigáveis com os humanos, à quem gostam de servirem. Muitas vezes, são representadas cavalgado em Golfinhos e em outros grandes Peixes, essas Sereias tem um AMOR muito grande pelas flores e plantas, às quais servem de maneira devotada e inteligente quanto aos Gnomos. Antigos poetas diziam que o canto das Ondinas "O Canto das Sereias" eram ouvidos no vento Oeste, e que suas vidas, eram consagradas à beleza da TERRA Material.

A lua crescente

LUA CRESCENTE!!
A lua crescente representa um momento muito importante dentro dos esbbaths, o amadurecimento das idéias, dos objetivos, e do próprio conhecimento. Na Lua Negra transformamos, na Nova criamos e na crescente colocamos em prática nossos objetivos.
Nesse momento a Deusa transita entre sua face jovem à sua face mãe e senhora, ela realmente está crescendo e amadurecendo, é um bom momento para despertar novas sensibilidades e para verificar o andamento de toda a sua vida.
Abaixo, por tópicos, colocarei informações detalhadas sobre o funcionamento básico de um Esbbath junto com dicas úteis para que possam montar os seus. Além disso, falarei das lendas, supertições e histórias/relatos das práticas desse Esbbath.

LIMPEZA, PURIFICAÇÃO, DECORAÇÃO E SINTONIZAÇÃO.

Para entender e aprender todo o processo de LIMPEZA e purificação necessário ao bom funcionamento de qualquer celebração leia Ritual de Purificação.

O RITUAL de purificação é o mais comum e amplo dos ritos da WICCA e existem várias formas de trabalha-lo. Esse rito, além de trazer mais leveza e tranqüilidade para o lar, leva a um autoconhecimento de suas capacidades energéticas de forma extraordinária.
A recomendação a qualquer iniciante nos caminhos da WICCA é: Pratique primeiro os Sabbaths, os Esbbaths e os Ritos de Purificação, antes de aventurar-se em outras áreas mágickas. As razões são simples, através das atividades de purificação você aprende a controlar e manipular melhor tanto as suas energias como a dos ambientes em que vive. Nos sabbaths e esbbaths você passa a vivenciar a Wicca, interage com DEUSES e demais seres etéreos, aprende os funcionamentos básicos das ritualísticas da religião e ganha além de conhecimento, o amadurecimento e a seriedade necessária para trabalhar em outras áreas da Magia.
Falarei do RITUAL de purificação de forma completa, ensinando maneiras de melhorar a organização, limpeza, e equilíbrio energético. Ensinarei como tornar o ambiente e nós mesmos mais leves e tranqüilos. Após esse ritual, todo e qualquer local está apto a receber cerimônias, pois se encontra Harmônio e equilibrado.

ENTENDENDO AS ENERGIAS
Olhe a sua volta, o local onde você está é agradável? É onde você realmente gostaria de estar? Ou melhor, a LIMPEZA e organização estão da maneira que deseja? É muito importante saber que o seu exterior (ambientes onde vive mais tempo) reflete como anda o seu interior e possui grande influência sobre você.
Normalmente quando entramos em um local escuro, sujo, abafado ou desorganizado, ficamos cansados e irritados, isso mostra a influência do ambiente sobre o nosso comportamento e humor, ou seja, sobre nossas energias.
Energeticamente falando, tudo que acontece em um local gera pequenas ondas que são absorvidas pelas estruturas do local e ficam registradas. Paredes, teto, piso, objetos, animais, plantas, pessoas, todos são influenciados e registram as energias desprendidas com as ações e acontecimentos. Quando algo grave ou muito importante acontece (como uma forte briga) o “fluído extra” desprendido com a ação fica registrado com maior intensidade, por isso os Antigos diziam: “Se quer brigar, que seja fora de casa!”.
Essas “sobras” energéticas normalmente ficam acumuladas em locais de difícil acesso, onde raramente as energias são “movimentadas” e lá acabam se fixando e aumentando cada vez mais, como se fossem um grande acumulo de poeira.
Cantos de paredes, debaixo da cama, armários escuros, velhos ou pouco utilizados, quartos de bagulhos, porões, baús e tantos outros. São muitos os locais onde “algo” poderia parar e se fixar sem que percebêssemos. O interessante é que normalmente as crianças e os animais não gostam desses locais. Tirando os gatos é claro...rs.
O ambiente físico só fica bom, limpo e organizado se o ambiente astral também estiver, e vice versa. Logo vamos começar a trabalhar para que nossos “lares astrais” não pareçam “pulgueiros” com energias tão estagnadas que formam uma crosta nojenta e pegajosa de energia. Mãos a Obra!

PRIMIERO PASSO - FAXINA

Energia saudável é energia em movimento! Tenha sempre essa frase em mente. Para iniciar qualquer atividade de purificação energética, precisamos desprender as energias dos cômodos de nossa residência.
Muitas pessoas afirmam não ter ânimo para uma boa faxina, isso ocorre porque elas estão pressas nas teias desse agregado energético presente nas coisas velhas e desorganizadas. A eliminação desses “laços” permite uma profunda reciclagem mental que favorece potencialmente a eliminação de desequilíbrios interiores.
“Assim como acima é abaixo, como é dentro é fora” tal axioma demonstra como a eliminação da bagunça exterior favorece o trabalho interior. Vamos a 3 orientações para executar uma boa faxina:

• Comece com uma organização simples, ponha tudo que está no local errado em seu devido lugar e limpe a casa normalmente. Não precisa se matar limpando cada cantinho tenha calma, não se sobrecarregue. Primeiro organize e limpe superficialmente.

• Agora escolha um cômodo, veja tudo que você pode mudar de posição (um livro de FENG SHUI sempre ajuda nessas horas), analise dos objetos que estão visíveis quais estão velhos, quebrados ou por algum motivo não combinam ou agradam você. Jogue os quebrados fora. Valor sentimental? Bom você vai viver sua vida inteira com aquele objeto quebrado e velho? É provável que um dia você o esqueça num canto e o perca, como já deve ter feito com várias outras quinquilharias, não é? Então é melhor deixar de gastar suas energias com ele logo, pois é apenas pra isso que ele serve: Gastar suas energias. Os objetos velhos devem ter o mesmo fim, entretanto se estiverem bem conservados podem ser doados ou vendidos.

Para facilitar pegue cada objeto e pergunte: “Vale a pena doar minhas energias para esse item? Ele me alegra ou tem alguma função para o meu humor? Ele realmente é essencial?”, se obtiver respostas negativas jogue fora, venda ou doe o item e nunca volte atrás em sua decisão, afinal você é um(a) Bruxo(a). Faça toda essa LIMPEZA e eliminação cômodo por cômodo até organizar tudo que é visível ao entrar em cada um.
• Agora começa a faxina mais profunda, superficialmente e visivelmente seus cômodos estão limpos e organizados, isso te dará ânimo extra. Separe alguns dias para limpar e organizar um cômodo por vez, não se sobrecarregue. Limpe gaveta por gaveta, armário por armário, organize, sacuda, olhe para cada coisa (roupa, utensílio...) e faça as perguntas. No quesito roupas, aquelas que você não usa a mais de um ano (tirando as roupas de frio) devem ser doadas ou vendidas, tenha em mente que você pode comprar, pedir emprestado ou alugar algo que precise. Não é necessário ficar com um armário cheio de roupas se você não usa mais da metade há anos. Troque, recicle! Energia em movimento lembra!? Além disso, você vai ganhar espaço, talvez um dinheirinho com a venda, e vai ganhar energia, pois tudo que possuímos absorve nossas energias, coisas que não usamos há muito tempo só estão servindo para nos deixar mais cansados e esgotados, já que não possuem nenhuma outra utilidade. Um bom bruxo(a) sabe que tudo a sua volta precisa estar em constante movimento, pois isso lhe dá força e controle sobre suas energias.

Tendo executado esses 3 pontos por todos os locais, sua casa está completamente organizada e renovada, cada cômodo está mais aconchegante e perfumado, mantenha-os sempre assim e caso perceba alguns tipo de desorganização faça esse trabalho novamente. Quando moramos com outras pessoas é importante pedir que ao menos essa parte física seja feita em toda a residência, pois isso fará um bem não só do ponto de vista energético mais também na saúde e bem estar de todos os moradores.

A Decoração do Esbbath de lua crescente é muito individual, sua cor, normalmente é o verde ou o amarelo, cores ligadas a crescimento e abundância, porém você pode incluir outros tons da forma que desejar.Você deve espalhar por todo o local símbolos, imagens ou objetos que lembrem tudo aquilo que você deseja por em prática e fazer prosperar e crescer, seus projetos, coisas do trabalho, desenhos dos objetivos, fotos da família e do parceiro(a). A decoração deve auxiliar em suas reflexões e no envio de suas energias para esse projeto.
A Sintonização corresponde a uns 15 minutos que você deve dedicar ao ambiente onde ocorrerá a celebração. Respire fundo sinta os cheiros, pare para ouvir os sons do local, olhe a sua volta e veja onde está, tente sentir a energia do lugar. Caso seja um lugar com uma história bonita reflita um pouco sobre essa história, tente entender porque você foi celebrar ali, ande por todo o local, interaja com a energia emanada por esse ambiente. Faça tudo isso em silêncio, respirando fundo, e preparando todo o seu corpo para o Esbbath que está sendo iniciado.

ABERTURA DO CÍRCULO E INVOCAÇÕES.

Como já era de se esperar a abertura do círculo e as invocações seguem sempre um padrão o qual vocês podem encontrar em Círculo Sagrado, apenas as invocações dos DEUSES é que mudam.
Cada esbbath corresponde a um aspecto das divindades, a Lua Crescente corresponde as Faces ligadas a fartura e ao crescimento, alguns exemplos dessas faces são: Pan, Hera, Danu, e vários outros que vocês podem encontrar .

Deuses, seres com os quais buscamos o “religare”...

Na WICCA , o envolvimento com os DEUSES ocorre de uma forma muito distinta e harmônica. Para nós os DEUSES nao sao intocáveis, distantes, ou castradores, pelo contrário, eles sao como nós, interagem conosco em todos os campos de nossa vida, conhecem o nosso lado sombras e o nosso lado luz e nos auxiliam a manter o equilíbrio de ambos, sem julgamentos ou condenaçoes, o que acontece é que cada ato tem um peso, e esse peso pode ser bom ou nao para o convívio com os Deuses.
Nós nao tememos os Deuses, nós apenas os respeitamos, nós possuímos cada divindade dentro e fora de nós, por isso, o respeito que temos pelos DEUSES deve ser o mesmo que temos por nossos irmaos. Uma característica marcante dos Wiccanos é sua forma de interagir com os Deuses, nós nao ajoelhamos para falar com eles, nós nao abaixamos a cabeça, ou temos qualquer atitude de submissao, pois nao há necessidade, eles sao nossos pais, criadores, irmaos, amigos, eles sao cada um de nós e o AMOR que temos por eles nos dá total consciencia que o respeito está exatamente em amá-los e cultua-los como parte de nós. Mas uma coisa deve ficar clara, os DEUSES nao sao sempre amáveis e “bonzinhos”, eles fazem o que tem de ser feito, e se os desrespeitarmos iremos sofrer conseqüencias por tais atos, um bom exemplo é invoca-los em um RITUAL por pura brincadeira e sem uma devida necessidade. Outra coisa a ser dita é: “Cuidado com o que voce pede aos Deuses, pois eles podem atender...”. Logo, estudem e conheçam os DEUSES internamente antes de busca-los externamente

Na simbologia do Esbbath, nesse momento a Deusa é donzela, já amadurecida e crescendo. Os adolescentes, e demais animais em crescimento são abençoados pela Deusa. Sendo assim, é normal enviar bênçãos aos JOVENS que acabaram de entrar na puberdade e estão se tornando homens e mulheres maduros, assim como abençoar os animais que já se tornaram férteis e estão concluindo seu crescimento, as plantas também não devem ser esquecidas e deve-se celebrar com bênçãos todas aquelas que vingaram e estão crescendo.
Apenas após estudar, conhecer e se sintonizar com divindade é que estamos aptos para chamá-la em um RITUAL , com isso depois de trabalhar com a face do seu panteão você deve criar sua forma de invocar tal divindade, pois já saberá como.

MEDITAÇÕES

As meditações são direcionadas ao crescimento de projetos, a abundância e seqüência de nossos objetivos. Imagine que você deseja ter um bom rendimento financeiro ou um crescimento no seu contato e união com a família, nesse momento de lua crescente você deve meditar sobre quais são as atitudes e posturas que deve tomar para que tudo possa crescer e prosperar, e deve por em prática tudo isso.

Essa meditação também deve possuir uma reflexão para nossas mudanças internas, devemos verificar o que foi criado no sabbath passado e colocar tudo para prosperar, devemos guiar o crescimento de nossos sentimentos e gerar uma harmonia, para que nada cresça além do devido.

Podemos meditar sobre lendas ou histórias de fertilidade, de crescimento, de abundância. Seja as vitórias dos Deuses, o crescimento das cidades, a nosso próprio amadurecimento e etc. Como foi o nosso crescimento? Quem estava presente na nossa puberdade? Como lidamos com isso? O que aprendemos e levamos até hoje no nosso amadurecimento como pessoas? Como nós fortalecemos nossos projetos, realizamos nossos sonhos de criança, ou criamos outros? Tudo que representa crescimento e expansão pode ser analisado.

Ritual para os 4 elementos

Ritual para os 4 elementos


Sempre que quiser realizar algum desejo ou harmonizar seu lar faça um pequeno altar em homenagem aos elementos

Para as Salamandras ascenda uma vela;

Para os Silfos ascenda um incenso;

Para os gnomos coloque uma pedra;

Para as Sereias água com essência.

Depois faça a seguinte oração:

Em nome do amor e da Magia que eu realize sem demora o que mais desejo agora

Em nome da água que a tudo permeia da terra que à tudo dá forma do ar que à tudo clareia do fogo que à tudo transforma.

domingo, 12 de setembro de 2010

Ritos

                                                                        Ritos

DEZ PASSOS PARA CONTATAR OS ANJOS.

1. ABRA ESPAÇO PARA OS ANJOS EM SUA VIDA
Isso significa: para que os anjos se sintam à vontade perto de você, seu mundo, seus pensamentos, seus sentimentos devem se tornar semelhantes ao deles.

2. FAÇA SUAS ORAÇÕES EM VOZ ALTA
A sua resposta será muito mais poderosa se você fizer seus pedidos aos anjos em voz alta. É o uso do poder da palavra que poderá fazer mudanças positivas em sua vida.

3. USE O NOME DE DEUS
Para tudo que queremos conseguir devemos invocar o nome de Deus, porque não somos nós que realizamos mas Deus em nós é Quem realiza.

4. FAÇA DIARIAMENTE AS SUAS ORAÇÕES E DECRETOS
A melhor maneira de conseguir com que os anjos nos ouçam é sintonizarmo-nos com eles, e nada melhor do que o hábito diário da oração para entrarmos na sua sintonia.

5. PEÇA AJUDA
Os anjos respeitam a lei do livre arbítrio, sem que peçamos sua ajuda, eles não nos ajudarão.

6. REPITA OS DECRETOS E ORAÇÕES
As orações e decretos são mais poderosos quando feitos repetidamente. A maioria das grandes religiões aplica este conhecimento.

7. ENVIE SUA ORAÇÃO PARA O ENDEREÇO CORRETO
Faça seus pedidos ao arcanjo que comanda os anjos especializados no assunto a que se refere o seu pedido.

8. SEJA ESPECíFICO
Os anjos respondem aos seus chamados com precisão, e orgulham-se disso. Quanto mais específico for o pedido, mais específica será a resposta.

9. VISUALIZE AQUILO QUE DESEJA
Você pode aumentar o poder da sua oração fazendo uma imagem mental nítida do que deseja. E visualize a situação envolvendo-a em luz, muita luz.

10. ESPERE ALGUMAS SURPRESAS
Os Anjos não podem interferir com o plano de Deus para sua alma. Com suas orações e pedidos podem vir respostas inesperadas, de acordo com o seu plano divino de vida.

NOTA: Os dez passos para contatar os anjos são extraídos do livro de ELZABETH CLARE PROPHET mensageira dos mestres e de Saint Germain, na Summit Light House.

Ensinamentos

Ensinamentos

Devas

A palavra "Deva", vem do sânscrito e significa: "Ser Luminoso"; "Aquele que brilha".

Os devas constituem uma parte do exército cósmico que acompanhou o homem na sua descida à terra. Eles não são seres humanos que se movimentam em outra dimensão, são de matéria diferente e foram criados por Deus para servir à humanidade e evoluírem através desse trabalho. Manifestam-se em formas variadas: arcanjos, anjos, sílfides, salamandras, gnomos, serafins, querubins, fadas, ondinas, etc. Devas existem em uma dimensão na qual os 5 sentidos dos humanos, normalmente não percebem, a não ser em circunstâncias especiais.
A diferença crucial entre a vida dévica e a atômica está na consciência. Os corpos etéricos dos devas são pura luz, portanto de uma energia muito fluídica que possui grande propriedade de expansão e de contração. A freqüência do campo de consciência eletro magnético do qual o corpo dévico é feito depende do estágio de evolução e do propósito de existência de um deva.
Existem graus de evolução diferentes para os devas assim como para os homens. Alguns têm um desenvolvimento análogo ao de um mestre e com eles trabalham. devas são inocentes e carinhosos.
Elementais
Os elementais da terra são os gnomos.
Os elementais do ar são as sílfides.
Os elementais do fogo são as salamandras.
Os elementais da água são as ondinas.

Arcanjos

Na hierarquia dos anjos existem muitos arcanjos, dentre os quais os sete mais conhecidos são: Miguel, Jofiel, Chamuel, Gabriel, Rafael, Uriel, Zaquiel. Eles, juntamente com a arquéia, seu complemento feminino, mais as legiões sob seu comando têm sob sua responsabilidade sustentar o foco dos sete raios de Deus nos quatro corpos inferiores do homem: físico, emocional, mental e etérico.
Arcanjo Miguel – O seu nome significa: o que é Um com Deus. Ele é o maior e mais reputado dos anjos nas Escrituras Sagradas, na tradição judaica, cristã e islâmica. Na tradição judaica ele surge como o Capitão das Hostes do Senhor, Príncipe dos Arcanjos, o Defensor da Fé. No Antigo Testamento ele surge como o anjo que lutou com Jacó, o que conduziu os filhos de Israel através do deserto, quem destruiu o exército de Senaqueribe e o anjo que salvou os três jovens judeus da fornalha de Nabucodonosor. Em Apocalípse (12-7,8,9) Miguel e seus anjos vencem o dragão que é expulso do céu.
Nos manuscritos do Mar Morto, Miguel aparece como o “poderoso anjo ministrante” através de quem Deus promete enviar auxílio eterno aos Filhos da Luz.
Para os maometanos Miguel é o Anjo da Natureza que dá o conhecimento e fornece o alimento ao homem.
Na crença popular Arcanjo Miguel comanda as hostes da proteção contra os perigos, as forças do mal e os inimigos, dando poder e proteção aos seus devotos.
Arcanjo Gabriel – Significa ”Homem de Deus”, sua figura refulge no Evangelho, como o mensageiro do maior evento da história da cristandade, a Encarnação do Verbo no seio puríssimo da Virgem Maria. Em São Lucas (1,26-38) esta passagem é relatada divinamente:.”e entrando o anjo onde ela estava, disse: “Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo, bendita és tu entre as mulheres...” e prossegue o diálogo de beleza extraordinária ``...O Espírito Santo descerá sobre ti e a força do Altíssimo te envolverá com sua sombra. Por isso o Santo que nascer de ti será chamado Filho de Deus”. O diálogo se encerra com as palavras de Maria:” Eis aqui, a serva do Senhor, cumpra-se em mim, segundo a sua palavra”.
No livro de Daniel, Antigo Testamento, Gabriel ajuda o profeta a compreender suas visões dando-lhe sabedoria e compreensão. Segundo a tradição, Gabriel e seus anjos, são os mensageiros das boas notícias, nos ajudam a dar bom rumo e direção à nossa vida, nos dão compreensão e sabedoria. É a ele que recorremos quando necessitamos desses dons.

Arcanjo Raphael – Significa “Deus Curou”, é pois o arcanjo da cura. Ele e suas hostes, ajudam na cura de doentes do corpo e da alma, quando invocados. A tradição bíblica reconhece Raphael como um dos sete espíritos que assistem ao trono de Deus. Na Bíblia, porém Raphael é citado somente uma vez, no Livro de Tobias, que fora enviado pelo pai a fazer uma longa e perigosa viagem. Essa narração contém lindos ensinamentos morais, nela Deus atuando através de Raphael, restitui a vista ao piedoso Tobias.
Os textos judeus dizem que Raphael revelou a Noé o poder curativo das plantas; Raphael aprisionou o demônio, e segundo os católicos, o anjo curou o doente no tanque de Bethesda. No livro de Enoch se afirma que Arcanjo Raphael cura as feridas e doenças dos homens.
Anjos
Os anjos nossos servos celestiais, são os intermediários entre o homem e a divindade suprema.
Como tal, eles desempenham inúmeras funções: guardiões, mestres, guias, enfermagens, etc.
Anjos da cura
Temos um gigantesco exército de anjos da cura à nossa disposição, esperando serem chamados. Essa ajuda angélica está disponível em qualquer situação.
Anjos da cidade
Os anjos das cidades têm experiência nas diferentes facetas de especialidades de trabalho existentes em uma cidade. Eles asseguram o fluir do prana pela manhã e nas horas do entardecer, para que as plantas e devas das plantas conservem-se vibrantes apesar da poluição e vibrações caóticas.
Anjos do lar
Os anjos do lar propiciam uma atmosfera harmonizada e protegem o lar. Eles amam a limpeza, a ordem, a beleza das flores e das plantas, assim, podemos fazer um esforço consciente para atrairmos e mantermos a presença do anjo do lar.

Elementos da Natureza

ELEMENTOS DA NATUREZA!!

Habitantes do mundo invisível aos olhos humanos que vivem num mundo e universo próprios, com suas leis, filosofia, objetivos, modo de vida totalmente particular. São como espíritos que possuem ligação direta com os elementos da natureza. Essas criaturas são por isso chamadas de espíritos da natureza uma vez que é nela que vivem estando em contato permanente com a fauna e flora, as quais têm a missão de defender
Paracelso, alquimista e filósofo suíço foi o primeiro a realizar uma descrição mais apurada desses espíritos. Dizia que eram seres de carne e osso, mas o chamava também de “composta”, afirmando que eles seriam uma espécie de misto entre espírito e matéria. Sua definição de seres elementais, se deriva do princípio de que os quatro elementos da natureza descritos na antiguidade, Terra, Água, Ar e Fogo, possuíam, em verdade, duas naturezas, a física, ou seja a natureza passível de avaliação pelos sentidos, e outra, a espiritual, relativa à essência dos elementos. Assim, por exemplo, afirmar que a salamandra se constitui como sendo o espírito do fogo, significa dizer também que ela é necessária e essencial para sua existência, pois o fogo do mundo físico é estimulado pela existência espiritual do fogo. Se Paracelso acreditava que os elementais movimentavam-se apenas dentro do elemento ao qual pertenciam, privando-se do contato com os habitantes dos demais elementos, tal posição não era aceita por alguns dos estudiosos da época, bem como de épocas seguintes. Para estes, os elementais são seres que, independentemente dos elementos aos quais estão ligados, vivem em total interação uns com os outros não significando contudo, que coexistam pacificamente em perfeita harmonia: entre eles pode ocorrer brigas e desavenças chegando até mesmo ao ponto de se desencadearem guerras.
Além dos gnomos , fadas e fantasmas , que serão tratados separadamente, há muitos outros tipos de seres elementais: goblins, trolls, espíritos das águas, ninfas da floresta ninfas da montanha uldras elfos, duendes, dragões, salamandras, silfos, ninfas, etecétera.
Os elfos são divindades aéreas da mitologia escandinava, outras criaturas do crepúsculo e da noite. Embora sejam seres capazes de voar, são seres originários da terra e das águas. São entidades maléficas, pequenos demônios que provocam pavores da morte, pois atraem os humanos a participarem de suas danças noturnas para, em seguida levá-los ao óbito.
Os goblins são às vezes confundidos com os gnomos e muitas vezes, em inglês a palavra é traduzida como goblin, que designa também “duende” ou “diabrete”. Provavelmente, goblin ou gobelin deriva do vocábulo gob, nome que indica o nome próprio do rei dos gnomos. Os trolls são também denominados ogros. Vivem na Noruega, Suécia, Finlândia, Rússia e Sibéria. Seres primitivos e rudes, associadas ao mal e a atividades pérfidas: são os mais grosseiros do mundo invisível. São incrivelmente feios, absurdamente fortes, seu nariz é muito grande, cheiram mal e além disso ainda têm cauda. Dedicam horas em seu passatempo favorito que é o de ficar remexendo jóias e moedas roubadas, as quais costumam guardar dentro de uma caixa velha e suja. Os dragões são seres gigantescos, que têm forma semelhante a uma serpente, chegando a atingir o tamanho de uma baleia. Possui enormes patas dotadas de garras envenenadas, têm asas, um rabo em forma de arma, e são capazes de exalar fumaça e fogo pela boca e ventas.
São considerados seres malvados e simbolicamente depositários do conhecimento do universo. A salamandra, associada com o fogo é descrita como um lagarto, embora Paracelso as descrevesse como bolas ou línguas de fogo. Os espíritos das águas podem ser as ondinas, que residem em cursos de água como cataratas, lagos e pântanos e as sereias, as nereidas ou oceânidas, que vivem no mar. Os silfos são seres que assumem a aparência humana e vivem no alto das montanhas. Associados ao elemento ar, relacionam-se com a inspiração dos poetas, artistas e todos que lidam com as criações de forma geral. Há ainda os uldras, criaturas subterrâneas que são encontradas apenas na Lapônia. Se assemelham aos gnomos, embora sejam um pouco maiores e um pouco pálidos. Vivem em grandes grupos familiares ou em tribos e exercem enorme autoridade sobre os animais de grande porte, tais como o urso, o lobo, o alce e a rena que os obedecem cegamente. São bastante cordiais e absolutamente cegos quando expostos à luz. Se maltratados pelos humanos, vingam-se provocando desordens e desastres.
Simbolicamente representam o ser invisível dotados da capacidade de tornar visível os objetos invisíveis por intermédio da inspiração intuição, imaginação e sonho. Os Elementais são como a alma oculta das coisas, sejam elas orgânicas ou não, de forma que quando eles se retiram as mesmas coisas morrem ou ficam inertes.

Fadas e Gnomos

                                                                          FADAS
Fadas são elementais do ar que tem a função proteger as flores. O Termo fada se originou do Latim "Fata", plural de "Fatum", que significa
destino, isso de deve ao fato das fadas governarem o destino.
São alegres, ativas e temperamentais.
Fisicamente leves e pequenas, quando voam irradiam um brilho luminoso de pura energia.
O reino das fadas é governado pela rainha Titania e pelo rei Oberon.
Os melhores lugares para entrar em contato com estes seres são à beira do mar, ilhas,lugares iluminados de bosques e matos. O melhores horários são às 12:00, 24:00, ao amanhecer, quando tem lua cheia ou lua nova e noites iluminadas pelas estrelas

GNOMOS
Os Gnomos são elementais da terra que tem a
função de guardar os mineirais. A palavra Gnomo deriva do grego Gnome e significa habitante do interior da terra.
Eles constituem família com as Gnomidas
(mulheres dos gnomos) e vivem em comunidade
em rochas, em baixo da terra e em árvores. São
governados por um rei chamado Gob (com o
poder de entrar em contato com os magos
humanos), seus súditos são chamados Gobelinos.
Os gnomos passam a maior parte do tempo
comendo, suas comidas favoritas são amora
silvestre, morango, cereja, groselha e salada de frutas.
Não são muito amigáveis ao ser humano, mas pode-se ganhar sua confiança. A melhor forma de entrar em contato com eles é à tarde, em contato com a terra (de pés descalços) e com insenso de capim cheiroso,canela e frutas vermelhas.