SEJAM BEM - VINDOS!!

SEJAM BEM - VINDOS!!















segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

CANTINHO DOS SERES ELEMENTAIS: LUA NEGRA

CANTINHO DOS SERES ELEMENTAIS: LUA NEGRA: Lua Negra Ao contrário do que muitos pensam, a Lua Negra não é um nome mais bonitinho para a Lua Nova. Lua Negra é a denominação dada ao p...

LUA NEGRA


Lua Negra
Ao contrário do que muitos pensam, a Lua Negra não é um nome mais bonitinho para a Lua Nova. Lua Negra é a denominação dada ao período em que não vemos nenhuma lua no céu, e isso ocorre por volta de três dias antes do 1º dia de Lua Nova.
É bastante interessante notarmos que a Lua, sem o reflexo do Sol, mostra-se como ela é verdadeiramente; a sua sombra. O mesmo não ocorre com a gente?
Buscando a Bruxaria, sabemos que devemos nos aprofundar dentro de nós mesmas(os) e nos conhecermos verdadeiramente. Isso inclui conhecer de verdade nossas qualidades e defeitos, pois ambos fazem parte do que somos em nossa essência.
É por isso que pessoas que negam o lado ruim das coisas dentro da Wicca são chamadas de “pink wicca”. Para essas pessoas, a Deusa é “tudo de bom”, o amor do Deus é maravilhoso, a Wicca celebra a Natureza e blablabla. Sim, isso é, de fato, parte da Wicca. Mas a Bruxaria não é  isso.
A Bruxaria lida com a totalidade. Isso significa que não existe “bem” e “mal”, mas vários lados de uma mesma moeda. A Natureza é muito complexa para caber em apenas duas definições tãso simples. O que devemos aprender é como equilibrar nossas ações e pensamentos.
Nada na Natureza é totalmente perfeito, assim como nada é totalmente imperfeito. Este conceito é bastante interessante e vale a pena refletirmos sobre ele em determinados momentos de nossas vidas.
Durante essa fase de escuridtão total da lua, as bruxas reverenciam as chamadas “Deusas Escuras”, que são na maioria as deusas com aspectos da Anciã, realizando rituais de cura, de adivinhação e de transmutação.(Lembrando que o fato de serem escuras remete ao trabalho com a sombra, e não com artes maléficas. Associar a cor negra à maldade nada mais é do que uma propagação do preconceito contra os negros.)
Com o advento das religiões patriarcais e a invenção da idéia de “cultos demoníacos”, tudo o que era de aspecto sombrio relacionado à Bruxaria era taxado de maléfico. Obviamente, os mistérios da Lua Negra tornaram-se também sinõnimo de horror e malefícios. Surgiram, assim, lendas e superstições sobre demônios e forças malignas e a Lua Negra passou a ser vista como um momento perigoso. Tanto que, até hoje, muitas bruxas acreditam que não se deve mexer com Magia nesses dias. Pura superstição.
É claro que você deve estar mais sensível para esse tipo de coisa durante esse período, não realizando rituais sem conhecimento. No entanto, a Lua Negra é o período ideal para muitas práticas de Bruxaria.
A Lua Negra facilita o acesso aos planos mais sutis e às profundezas de nossa mente. Hoje em dia, esse período é considerado ideal para rituais que visem transformação e renovação.
É compreensível, visto que, somente entendendo e conhecendo o nosso lado mais obscuro podemos nos conhecer por completo, pois é um lado que as pessoas geralmente costumam tentar esconder, ao invés de trabalhá-lo para melhorar sua vida. Entrando em contato com a nossa sombra, encontramos caminhos secretos para o nosso inconsciente.
Se você realizar esse trabalho de conhecimento interior, a Lua Negra poderá ter o poder de criar e destruir, de curar e de renovar, de regenerar e de fluir com os ritmos naturais de forma mais completa. Tudo porque você atingirá a totalidade interior uma maior compreensão de si mesma.
É de vital importância a leitura do “Mito da descida da Deusa”, pois ele está intimamente relacionado à essa fase da lua e nos dá uma boa visão do que ela representa, exatamente.
Uma transformação real envolve a destruição de valores antigos, padrões, comportamentos e idéias, para que tudo nasça novamente. Nos livramos daquilo que não nos serve mais para abrirmos espaço para o novo.
Os objetivos práticos dos rituais variam conforme a pessoa, a ocasião e a necessidade. Alguns exemplos de propósitos de rituais na Lua Negra são: remoção de uma maldição, correção de algum problema, afastamento de algum obstáculo ou dificuldades, limpeza de energias negativas (em pessoas, lugares, objetos etc.), entrar em contato com deuses ancestrais, entre outros. Algumas Deusas Escuras: Hécate, Medusa, Kali, Ereshkigal, Hel, Sekhmet, Sheelah Na Gig, Cailleach.
Algumas correspondências da Lua Negra*
Palavras-chave
Complementação, finalização, dissolução, introspecção, tradição, sabedoria, morte e transmutação.
Velas
Pretas (para afastar a negatividade), brancas (para os novos inícios) e vermelhas (para representar o sagrado feminino). Essas cores são as três cores da Deusa e representam as suas três faces: donzela, mãe e anciã.
Objetos
Xale preto, galhos e folhagens secas, penas pretas, pêlo de cachorro preto ou lobo, teia ou imagem de uma aranha, representações do poder transmutador de uma serpente.
Instrumentos
O caldeirão é o objeto mais importante a ser usado em um ritual da Lua Negra, pois ele representa o ventre regenerador da Deusa. objetos divinatórios como o espelho negro, tarõ e runas também podem ser usados para orientação e auto-conhecimento.
Música
Sons de tambores ajudam a mergulhar no ventre da Mãe Terra, trazendo mensagens e sugestões para a cura, a transformação e a regeneração.
http://bruxaria.net
* Tais correspondências foram retiradas do livro ‘Anuário da Grande Mãe’, de Mirella Faür,